Notícias
Publicado em 12/03/2020

Estudo sobre coronavírus aponta idade e problemas de coagulação como principais fatores de risco para morte

Estudo sobre coronavírus aponta idade e problemas de coagulação como principais fatores de risco para morte

Resultado da análise de cerca de 200 pacientes na China é primeiro retrato completo da progressão da doença; no mundo, letalidade do vírus é de 2%

Uma equipe de cientistas chineses publicou o maior estudo sobre os fatores de risco associados às mortes pelo Covid-19, o coronavírus que já infectou mais de 100.000 pessoas em todo o mundo desde sua identificação, em dezembro. A nova pesquisa analisou 191 pacientes internados em dois hospitais de Wuhan, 54 dos quais morreram. Os demais tiveram alta antes de 31 de janeiro. O estudo constata que idade avançada, problemas de coagulação sanguínea e sintomas de septicemia — uma resposta fulminante do organismo para combater uma infecção — são os três principais fatores de risco de morrer com a doença causada pelo vírus.

O trabalho, liderado pelo médico Hua Chen, enfatiza que metade dos pacientes analisados apresentava outras enfermidades, como hipertensão (30%), diabetes (19%) e doença coronariana (8%). Seus cálculos mostram um aumento de 10% no risco de morte no hospital a cada ano a mais de idade que a pessoa infectada tiver. A idade média dos que morreram é de 69 anos, em comparação com os 52 anos dos sobreviventes.

Veja o texto na íntegra: El País





 
Esplanada dos Ministérios Bloco "E" Subsolo - Brasília - DF - CEP: 70067-900
(61) 2033-7680 ou 7483 - e-mail: asct@mctic.gov.br  
Horário de Funcionamento: 08:30 ás 17:00
site: www.asct.org.br